24 de mai de 2010

O fim de uma era, o início de outra...

   Ok, talvez o termo "era" seja um pouco exagerado, afinal meio ano não corresponde à uma era, cronologicamente, ainda que em nosso calendário interno um dia pode durar meses e uma semana passar em um segundo. Aqui dentro de mim o que acontece é que o tempo anda se comportando de forma bastante estranha. Cheguei aqui em Barcelona dia 19 de setembro de 2009, e me lembro como e fosse ontem, tudo o que eu sentí, como meus olhos registraram a cidade pela primeira vez (parecia muito com Buenos Aires!), o meu cansaço... E agora, 7 meses depois, apesar de parecer que tudo aconteceu há tão pouco tempo, ao mesmo tempo parece que foi em outra vida, e que a minha vida em Porto Alegre não pertence mais à mim, sendo eu a pessoa que me tornei após essa experiência aqui, alguém que sabe que mudou muito, que sente isso, mas ainda não sabe a dimensão dessa mudança nem como vai ser voltar a encarar meu antigo eu que me espera quando eu voltar. 
   Sim, falo em voltar, porque não sei quanto tempo terei aqui. Minha permissão para ficar aqui só vai até 30 de junho, e se eu não conseguir renovar, em aproximadamente 6 semanas deixarei de ser Vick Barcelona para voltar a ser só Vick, porque Porto Alegre nunca me conquistou de coração. O que me importa lá são as pessoas que amo, mas por mim, se possível, importaria todos eles pra cá, amigos, família, cachorros! 
   Voltarei podendo mudar meu nível de escolaridade no currículo: escolaridade - pós-graduada (com ou sem hífen? Ainda não me acostumei com essa nova gramática). Missão cumprida? Não exatamente. Ainda tem muita coisa que quero fazer por essas bandas... Não fui a Bilbao, Ibiza, não fiz um tour pelas praias paradisíacas da Costa Brava e conhecí um paraíso chamado Formentera, não fui à Toscana e provei vinhos nas milhares de vinículas tão incrivelmente belas que eles têm por lá, não peguei um barco e fui à Grécia. E ainda preciso fazer um tour pelos castelos da Escócia, um sonho, um projeto, algo do qual não posso desistir. Só que agora o tempo pode ser curto, e o dinheiro para fazer tudo isso, inexistente. Ao mesmo tempo sinto uma necessidade de "virar gente grande" e enfrentar o mundo real, não que tudo pelo qual passei aqui tenha sido fácil, enfrentei muita barra sozinha, aprendí a me virar, mas sei que meu futuro não é aqui e tenho coisas importantes pra fazer no Brasil, que não sei quanto tempo poderão me esperar... Terei que voltar deixando minha experiência pela metade? Ou será esse já o fim? Não me sinto pronta, nem para voltar, nem para ficar... Preciso achar outra saída... 

   Enquanto queimo meus miolos tentando achar um modo de não tornar essa viagem um assunto inacabado, posto umas fotos de um lugar aqui de Barcelona que por alguns minutos me transportou para minha tão amada Toscana. Essas fotos são no Castelo de Montjuic, uma fortaleza no alto da montanha de Montjuic, lindo, com vistas incríveis. O castelo em sí é em estilo forte de 4 pontas, e não é nada italiano, a não ser por uma pequena parte onde há um jardim e uma casa onde hoje em dia funciona a parte administrativa, e essa parte sim, me fez sentir na Itália e foi a parte que eu mais gostei do castelo. Aqui estão algumas fotos: