28 de set de 2010

Acontece em Porto Alegre

      Comecei a semana com uma bela faringite que evoluiu para gripão completo, com direito a repouso forçado, lenços de papel e spray de mel com própolis sempre ao lado. Sendo assim essa semana somente poderei dar dicas do que está acontecendo sem realmente ver na prática. Não tenho paciência pra ficar doente, espero estar boa logo. Mas vai o que eu descobrí por enquanto:

    Na Galeria do Instituto Goethe (rua 24 de Outubro, 112) até o dia 16 de outubro, de segunda à sexta das 10h às 20h e sábados das 10h às 16h tem a exposição "Paisagem Pragmática" de Aduany Zimovski. O projeto foi um dos selecionados do XI Concurso de Artes Plásticas do Goethe Instititut Porto Alegre. A artista é barachel em Artes Visuais pela Ufrgs e explica que os trabalhos expostos apresentam uma relação entre fotografia, pintura e paisagem, utilizando a pintura sobre a superfície fotográfica tanto direta quanto digitalmente. "Minha referência de pintura nessa série de trabalhos é aquela encontrada nas fachadas demolidas e nas superfícies laterais de terrenos baldios, descobertas ao acaso e repletas de significados pictóricos."

     Já no Margs (Praça da Alfândega, 86) até o dia 10 de outubro acontece a mostra "Moderna Para Sempre - Fotografia Modernista Brasileira na Coleção Itaú".  A iniciativa é resultado da parceria do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com o Itaú Cultural. Com curadoria do fotógrafo Iatã Canabrava, a exposição remonta aos anos 40 a 70 do século passado, quando na esteira do modernismo europeu e americano da década de 20, os artistas brasileiros entraram na discussão sobre os limites da arte fotográfica. Em um total de 86 imagens, de 26 artistas, este recorte da coleção de fotografias do Itaú mergulha, sobretudo, no movimento fotoclubista brasileiro.

    “Esta exposição reforça o esforço do grupo Itaú para dar acesso ao público de todo o país aos diferentes recortes de sua coleção”, afirma Eduardo Saron, diretor do Itaú Cultural. “Nossa parceria com o MARGS para que os gaúchos possam apreciar recorte tão significativo deste acervo reafirma o compromisso do grupo Itaú com o público, a arte e a cultura brasileiras.”

     Segundo Canabrava, o fotoclubista brasileiro começou em São Paulo no Foto Cine Clube Bandeirante, fundado em 1939, e se alargou para os outros fotoclubes. Em geral era composto de amadores da fotografia que, livres das obrigações de um trabalho comercial, puderam experimentar e ousar quebrando regas e padrões. Nesses núcleos aterrissaram artistas como Geraldo de Barros, Thomaz Farkas, José Yalenti e German Lorca, presentes na exposição. Fonte: site do Margs, desculpem o CTRL C + CTRL V, a febre está tirando minha capacidade de racioncínio. Mas ao menos a notícia foi bem divulgada, não?


Lâmpada Magica 1950 - Foto de Chakib Jabour

Cadeira Unilabor 1954 - Foto de Geraldo de Barros

Sem Titulo 1970 de Foto Gunter EG Schroeder

    Até a próxima, e melhoras pra mim! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário